SEÇÕES

ENTRAR

Sem conta ainda? Cadastre-se.

CLIQUE AQUI

Banco de Currículos

Taxas

Analista de Gestão e Inovação no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Informática e Eletro-eletrônica de Ilhéus - CEPEDI
Concluiu o curso de Economia no ano de 2004


Conclui o curso de Economia em 2004. Posso afirmar que durante o período da graduação eu não visualizava com propriedade a extensão do mercado de trabalho do economista. Esse entendimento mudou. Hoje, opino que o curso promove uma visão holística, sendo um diferencial com relação às outras profissões, no entanto, para alguns alunos, penso que isso dificulta a capacidade de entendimento sobre as diferentes possibilidades de atuação que a carreira oferece.

Após a formatura, atuei no setor financeiro de algumas empresas e tentei ingressar nos serviços bancários, pois entendia ser o melhor caminho para atuar no mercado como economista. Contudo, não obtive êxito nos bancos privados, uma vez que não era permitido a entrada de novos funcionários com idade superior a 24 anos ( eu tinha 26 anos). Assim, pensando que esse ramo era a única possibilidade de atuação como economista na região, fiquei um pouco frustrada com a carreira, apesar de não ter deixado de amar a profissão que abracei.

A partir daí comecei a trabalhar como secretária do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas da UESC, foi nesse período de envolvimento com o meio científico/tecnológico que iniciei minha vivência na pesquisa acadêmica, onde ingressei em três grupos do CNPq: na área de Matemática e Estatística (Grupo de Pesquisa em Educação Matemática, Estatística e em Ciências - GPEMEC), na área de Economia (Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza) e na área de Educação ( Grupo de Estudos e Pesquisa Paulo Freire).

Como sempre fui apaixonada pela área de matemática, durante meu envolvimento com o grupo da área, fiz uma especialização em Educação Matemática, onde pesquisei sobre a área de Educação Matemática para Surdos (inclusão social).

Minha experiência no grupo de Economia foi com foco na Economia Solidária. Com esse suporte, e estudando sobre o assunto, entendi o papel do economista junto às associações e cooperativas sendo possível aliar meus conhecimentos na área de educação com os estudos de Paulo Freire. Assim, buscamos fundamentar as atuações do grupo de Economia Solidária com base na pedagogia freireana, atuando com a Incubadora de Empreendimentos Econômicos Solidários, junto aos treinamentos/capacitações dos incubados. Foi exatamente através desse envolvimento na academia e, principalmente, com a Economia Solidária, que comecei a visualizar as diferentes possibilidades de atuação do profissional economista. Com essa nova concepção, passei a envolver-me na área social, desenvolvendo projetos para associações e cooperativas barganharem recursos junto aos órgãos de fomento nos segmentos específicos e especializando-me em Psicologia Social.

Nessa jornada como Economista, sempre gostei de ministrar aulas e durante todos esses percursos ministrei aulas em diversas áreas, diretamente e indiretamente vinculadas ao corpo de atuação do economista.

Conhecendo e participando de pesquisas junto a Incubadora de Empreendimentos Econômicos Solidários, fui convidada a atuar na área de Inovação como bolsista FAPESB de Inovação Tecnológica, onde vivenciei experiências na área de Incubação de Empresas e Propriedade Intelectual.

Atualmente, encontro-me como Analista de Inovação do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Informática e Eletro-eletrônica de Ilhéus – CEPEDI e Gerente da Incubadora de Base Tecnológica de Ilhéus – INETI. Hoje tenho total convicção que o profissional da área de economia é multidisciplinar e pode atuar em muitos segmentos, de diferentes formas. Sempre ouvi que deveria focar em alguma área da economia, mas a VIVÊNCIA em economia me ensinou que caminhar em várias estradas é o verdadeiro Know How do Economista.
 

Comentários  

 
0 #2 Helga Passos 18-06-2012 23:23
Querida, parabéns por sua caminhada, por sua descobertas! E obrigada por se disponibilizar em ajudar que outras pessoas também experimentem esse tipo de oportunidade. Abraços ;-)
 
 
0 #1 Camila Nunes 14-06-2012 13:46
Parabéns Alana, é uma excelente economista. Sempre me emociono com sua determinação. abraços
 

Adicionar comentário